Acompanhe nas redes sociais

Blog

FRENTE EM DEFESA DA MEDICINA

10/08/2016

.:: conteudo_28364_1.jpg ::.

Quero compartilhar com vocês mais uma conquista importantíssima em favor da população brasileira. Ontem, terça-feira, 8, mais de 80 entidades médicas de todo país e participação efetiva de vários parlamentares aprovaram a criação da Frente Parlamentar da Medicina (FPMed), já considerada como a maior mobilização da categoria na Câmara dos Deputados. Formada por deputados e senadores, a FPMed será uma organização política dentro do Congresso Nacional que irá tratar de todos os temas relacionados à Medicina. Eu participo dessa mobilização e fico muito feliz de estarmos trabalhando unidos nesta causa que é vital para o Brasil e os brasileiros.

A reunião foi aberta pelo amigo deputado Mandetta, (DEM/MS) que é médico e fez um panorama dos entraves políticos que a medicina vem enfrentando nos últimos anos e a necessidade de a categoria se organizar de forma objetiva e consistente. “A falta de presença política da medicina no Congresso fez com que se aprovasse o programa dos Mais Médicos o capítulo dois onde autorizaram a abertura de faculdades de Medicina sem limites, enquanto todos ficaram debatendo a questão pontual dos médicos estrangeiros sem o Revalida”, exemplificou.

Ao final da reunião, todas as entidades aprovaram a criação FPMed e indicaram representantes da Conselho Nacional de Medicina, Associação Médica Brasileira, Federação Brasileira dos Acadêmicos da Medicina, Associação Nacional dos Médicos Residentes, três sociedades de classe e dois sindicatos. “A reunião superou as expectativas com a participação das muitas entidades. Já definimos uma agenda de trabalho para podermos lançar a FPMed em 18 de outubro, na Semana de Comemoração do Médico”, afirma Mandetta.